6 filmes para conhecer George Lucas além de Star Wars!

6 filmes para conhecer George Lucas além de Star Wars!

Em um dia como hoje, no ano de 1944, nascia o produtor, diretor e roteirista George Walton Lucas Jr., conhecido mundialmente como George Lucas. Apesar de ser aclamado pelo grande público como o criador da saga Star Wars, uma das mais bem-sucedidas franquias do mundo do cinema, isso não significa que Lucas não tenha se dedicado a outros projetos ao longo de sua vida. Na verdade, em sua vitoriosa carreira, o criador de Star Wars e a LucasFilm, sua produtora que completou 50 anos de fundação em 2021, já estiveram envolvidos nos mais diversos projetos.

Dito isso, no aniversário de 78 anos de George Lucas, para celebrarmos o seu legado além de uma Galáxia muito distante, vamos relembrar seis filmes que também foram idealizados diretamente por ele ou que contaram com a sua colaboração de alguma forma!

THX-1138 (1971)

Escrito e dirigido por George Lucas, THX-1138 foi o seu primeiro longa-metragem. Baseado em um curta feito por ele mesmo em 1967, enquanto ainda cursava cinema, o filme foi produzido por Francis Ford Coppola (O Poderoso Chefão, Apocalypse Now). Na época, Coppola era o mentor de Lucas. Juntos, fundaram a produtora American Zoetroepe, que fechou uma parceria com a Warner para a produção de THX.

Na trama, inspirada em obras como 1984, de George Orwell, e Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, somos apresentados a THX-1138 (Robert Duvall), um habitante de uma cidade subterrânea distópica, sem um local e época definidos. Vigiado por androides, proibido de ter emoções, obrigado a consumir drogas e cultuar uma religião, THX elabora um plano para fugir acompanhado de sua companheira, LUH-3417. Na época, o filme não foi muito bem recebido pela crítica e pelo público. Porém, foi sendo, com o passar do tempo, cada vez mais reconhecido e cultuado por conta do sucesso posterior de Lucas.

Loucuras de Verão (1973)

No segundo longa que escreveu e dirigiu (e o último antes de Star Wars), Lucas decidiu revisitar a sua própria juventude na pequena cidade de Modesto, na Clifórnia. Em Loucuras de Verão, acompanhamos a história de um grupo de jovens que estão prestes a ingressar na faculdade e experimentar os desafios da vida adulta que os aguardam. Assim, no último dia das férias de verão de 1962, eles decidem se divertir com seus carros pelas ruas da cidade ao som do bom e velho rock ‘n’ roll, resultando em uma noite agitada, onde diversos acontecimentos inusitados acontecem paralelamente.

O filme foi produzido pela LucasFilm, em parceria com a Universal. Apesar da conturbada produção e da desconfiança do estúdio com o potencial do projeto, fato que faria com que o longa ficasse meses “engavetado” mesmo depois de pronto, o filme foi um grande sucesso comercial em seu lançamento. A partir daqui, George Lucas se tornaria no nome do momento em Hollywood, em uma época onde o cineasta começava a aprofundar suas ideias para o que viria a se tornar Star Wars.

Franquia Indiana Jones (1981-presente)

Reza a lenda que, depois do sucesso do primeiro Star Wars (mais tarde renomeado para Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança) em 1977, Lucas passava suas férias no Havaí junto de Steven Spielberg, que acabara de lançar Contatos Imediatos de Terceiro Grau (1977). Numa conversa entre os dois, Spielberg teria demonstrado seu interesse de dirigir um filme de James Bond. A partir daqui, Lucas teria dito ao amigo que “Eu criei um personagem ainda mais interessante do que o agente 007”. Assim, nascia a parceria dos dois para a concepção da franquia Indiana Jones.

Spielberg iria dirigir os filmes do arqueólogo, enquanto Lucas, na época com a responsabilidade de comandar todo um “império” comercial por conta do sucesso de Star Wars, seria o responsável pela produção e pela elaboração da trama dos longas. Juntos, estiveram por trás de quatro filmes da franquia: Os Caçadores da Arca Perdida (1981), O Templo da Perdição (1985), A Última Cruzada (1989) e O Reino da Caveira de Cristal (2008). Um quinto longa do aventureiro vivido por Harrison Ford, com previsão de estreia para 2023, será produzido pela Disney, e não contará com a colaboração da dupla.

Labirinto: A Magia do Tempo (1986)

Labirinto: A Magia do Tempo foi dirigido por Jim Henson, o genial criador de Os Muppets e Vila Sésamo. Na época, Henson buscava um nome de peso para produzir seu próximo filme. Assim, ele optaria por chamar George Lucas, que vinha do sucesso da trilogia original de Star Wars, finalizada em 1983 com O Retorno de Jedi. Na trama, acompanhamos Sarah (Jennifer Connelly), uma jovem que, ao desejar que seu irmão mais novo suma de sua vida, tem seu desejo atendido por Jareth, o rei dos Goblins (David Bowie), que sequestra seu irmão. Agora, a única maneira de salvá-lo é resolvendo um complexo labirinto, em uma terra encantada habitada pelas mais peculiares criaturas.

Apesar de reunir o trio de peso formado por Henson, Lucas e o cantor David Bowie, que estrelou o filme, Labirinto foi um fracasso comercial em seu lançamento original. Hoje em dia, porém, o longa é considerado um clássico cult de fantasia dos anos 80.

Willow: Na Terra da Magia (1988)

Com direção de Ron Howard (Apollo 13, Rush: No Limite da Emoção) em Willow: Na Terra da Magia somos apresentados a Willow Ufgood (Warwick Davis), um aspirante a mago de bom coração, que embarca numa jornada, acompanhado pelo talentoso espadachim Madmartigan (Val Kilmer), para salvar a vida de uma pequena princesa. Uma antiga profecia afirma que essa bebê pode dar fim ao reinado de uma Rainha Má, que por muito tempo vem oprimindo a antiga terra cercada de magia onde a história se passa.

Na época, George Lucas produziu e desenvolveu a história do longa-metragem visando que Willow pudesse se tornar sua nova franquia de sucesso. A performance do filme nas bilheterias, porém, ficou abaixo do esperado pela LucasFilm, com a ideia sendo abandonada subsequentemente. Apesar disso, nos anos seguintes, Willow viria a se tornar um dos clássicos de fantasia mais nostálgicos dos anos 80. Atualmente, a Disney trabalha em uma série inspirada no filme para ser lançada diretamente no Disney Plus.

Tucker: Um Homem e seu Sonho (1988)

George Lucas é um completo apaixonado por carros. Quando jovem, inclusive, seu sonho era ser piloto de corridas. Porém, ao sofrer um acidente gravíssimo em sua cidade natal, o jovem Lucas abandonou a ideia, decidindo ingressar em uma faculdade. De qualquer forma, sua paixão por carros e volocidade acabaria por ser representada em sua carreira cinematográfica. Além de ter escrito e dirigido o supracitado Loucuras de Verão, onde os carros são elemento fundamental, Lucas também serviu de produtor para o longa-metragem Tucker: Um Homem e seu Sonho (1988).

Dirigido por Francis Ford Coppola, um grande admirador da história real que inspirou o filme, o longa relata a vida de Preston Tucker (Jeff Bridges), um industrial americano que, nos anos 40, desafiou a indústria automobilística de seu tempo ao desenvolver o “Tucker Torpedo“, um carro revolucionário, que promovia mudanças e conceitos que viriam a se tornar de suma importância na produção de carros modernos. Porém, quando os grandes empresários do ramo decidem se unir para derrubar a sua invenção, por se sentirem ameaçados, o sonho de Tucker acaba sendo interrompido após a fabricação de apenas 50 unidades do “carro do futuro”.

Para mais informações fique ligado no Maratonando POP e nos siga nas redes sociais!

Instagram

Facebook

Twitter

YouTube

Confiram também o InstaGeek88

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *