90 anos de John Williams: Relembrando a carreira do compositor que deu alma a clássicos do cinema!

90 anos de John Williams: Relembrando a carreira do compositor que deu alma a clássicos do cinema!

Quem é John Williams?

Nascido em 8 de fevereiro de 1932, o compositor John Towner Williams completou 90 anos na última terça-feira. Com mais de 50 anos de uma vitoriosa e dedicada carreira, Williams compôs temas lendários, que deram alma a inúmeros clássicos do cinema e sacrementaram o seu nome como um dos maiores compositores de trilhas sonoras da história da sétima arte, ao lado de nomes como os de Henry Mancini (Bonequinha de Luxo, A Pantera Cor de Rosa), Ennio Morricone (Três Homens em Conflito, Cinema Paradiso) e Bernard Hermann (Psicose, Taxi Driver).

As raízes de John Williams na música vieram de sua família, já que seu pai era um baterista de Jazz. Ainda jovem, ele começou sua carreira como pianista na gravação de trilhas de outros compositores, particpando de filmes como o clássico musical Amor, Sublime Amor (1961). Depois disso, ele começou a ganhar notoriedade por seus trabalhos como compositor em filmes e séries menores. No final dos anos 60 e início dos anos 70, compôs as trilhas de filmes como O Vale das Bonecas (1967) e Um Violinista no Telhado (1971). Esse segundo, lhe rendeu sua primeira vitória no Oscar, premiação em que ele é um dos recordistas de indicações, com incríveis 51, ficando atrás apenas de Walt Disney como pessoa mais indicada na história, e vitórias, com cinco ao todo.

John Williams.

Nos anos 70, Williams ficaria imortalizado por sua parceria com o cineasta Steven Spielberg, que se estende até os dias de hoje, com o compositor sendo responsável pela música dos filmes do diretor na maior parte de sua filmografia. Além de Spielberg, Williams também colaborou com outros grandes diretores, como Alfred Hitchcock em Trama Macabra (1976), Brian De Palma em The Fury (1978) e Oliver Stone em Nascido em 4 de Julho (1989), JFK: A Pergunta que não quer calar (1991) e Nixon (1995).

8 Filmes com trilhas lendárias compostas por ele!

Tubarão (1975)

Um ano antes de Tubarão, John Williams e Steven Spielberg já haviam trabalhado juntos pela primeira vez, no filme Louca Escapada (1974). Porém, foi com o longa aqui em questão que podemos afirmar que a coloboração rendeu seu primeiro fruto lendário. O tema de Williams para a história do tubarão-branco, que aterroiza os banhistas nas praias de uma cidade fictícia, consegue transmitir o suspense e o terror de um iminente perigo na medida certa para os espectadores, sendo um dos temas mais tensos do cinema até hoje. Por ele, Williams venceu seu segundo Oscar da carreira.

Saga Star Wars (1977-2019)

Já na sua pós-produção, o primeiro Star Wars ainda enfrentava a descofiança no seu potencial de sucesso pelo próprio George Lucas. Dito isso, Lucas só ficaria um pouco mais otimista depois de ouvir o imortal tema composto por John Williams para o projeto. Mais de 40 anos e 8 filmes depois, a vibrante abertura ainda emociona multidões de fãs ao redor mundo, como se cada uma das repetidas vezes que a presenciamos ainda fosse a primeira. Além de ter vencido seu terceiro Oscar por ela, Williams ainda viria a compor outros temas lendários para saga nos filmes seguintes, como A Marcha imperial de O Império Contra-Ataca e Duel of the Fates de A Ameaça Fantasma. Em 2019, após o nono filme da franquia, Williams anunciou sua aposentadoria de projetos futuros de Star Wars.

Superman: O Filme (1978)

“Você vai acreditar que um homem pode voar”. Essa era a frase estampada no material promocional de Superman: O Filme, o primeiro grande filme de super-heróis da história do cinema. Dito isso, podemos citar alguns nomes responsáveis por comprovar essa frase. Além do diretor Richard Donner e do intérprete do Homem de Aço, Christopher Reeve, sensacionais em suas funções, John Williams também merece ser reverenciado. Seu tema para o Último filho de Krypton mantém-se imbatível até hoje quando o assunto são as melhores trilhas sonoras de filmes de heróis.

Franquia Indiana Jones (1981-Presente)

Criado em parceria por George Lucas e Steven Spielberg, Indiana Jones, o arqueólogo vivido por Harrison Ford, também teve suas aventuras embaladas pela trilha sonora de John Williams. Um dos temas mais empolgantes já criados pelo compositor, todas as sequências de ação, que são de deixar os espectadores grudados na poltrona, ganham ritmo ao som de suas músicas, principalmente a famosa Raiders March. Uma boa notícia para os fãs do aventureiro: Williams já está trabalhando na música do quinto filme do personagem, que deve chegar aos cinemas em 2023.

E.T., O Extraterrestre (1982)

Não seria um exagero afirmar que uma porcentagem significativa dos motivos que tornam E.T., O Extraterrestre um dos filmes mais emocionantes dos anos 80 é a memorável trilha de John Williams para o longa de Spielberg. A história do simpático alienígena que faz amizade com o menino Elliot (Henry Thomas) ganha os sentimentos do espectador ao ser acompanhada por uma trilha de tocar o coração, como na inesquecível sequência do voo das bicicletas, que até hoje arranca lágrimas das audiências ao redor do mundo todo. Por seu trabalho no longa, inclusive, o compositor venceu o seu quarto e penúltimo Oscar da carreira.

A Lista de Schindler (1994)

A emocionante história do empresário alemão Oskar Schindler (Liam Neeson), que salvou a vida de mais de 1.000 judeus durante o holocausto ao empregá-los em sua fábrica, é mais um caso memorável da parceria Spielberg e Williams. Uma trilha mais minimalista se comparada aos outros temas da carreira do compositor, ela é, de qualquer forma, intimista na medida certa, se encaixando perfeitamente com o delicado tema abordado por Spielberg. Aqui estamos diante de mais um caso de um trabalho do compositor capaz de emocionar as audiências ao redor do mundo. Por ele, Williams faturou seu quinto e último Oscar.

Jurassic Park (1994)

“Bem-vindos ao Jurassic Park!”, exclama de forma entusiasmada John Hammond, o personagem vivido por Richard Attenborough. Se você é um fã da franquia idealizada por Steven Spielberg, a partir do livro de Michael Crichton, as chances de uma certa música ter surgido na sua cabeça ao ler o diálogo exposto anteriormente são bem elevadas. Em Jurassic Park, a trilha de John Williams é triunfante e memorável, passando todo o senso de grandiosidade da trama que envolve os répteis que uma vez dominaram a terra.

Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)

Além de ter ajudado a levar as audiências para uma galáxia muito, muito distante, John Williams também colaborou para transportar o público para o fantástico mundo da magia de Hogwarts. Para a saga Harry Potter, um dos maiores destaques de Willimas foi o icônico Hedwig`s Theme, tema esse cujo o início, apenas, é capaz de despertar um dos maiores gatilhos nostálgicos para a maioria dos fãs do bruxinho vivido por Daniel Radcliffe e criado pela escritora J.K. Rowling.

Curtiu? Fique ligado no Maratonando POP e nos siga nas redes sociais!

Instagram

Facebook

Twitter

YouTube

Confiram também o InstaGeek88

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *