Não sabe o que assistir? Clica aqui.

    Crítica exalta Indiana Jones e A Relíquia do Destino

    Crítica exalta Indiana Jones e A Relíquia do Destino

    3 min.19/05/2023Eriton Claudio

    Indiana Jones e A Relíquia do Destino foi exibido Festival de Cannes e foi muito exaltado pela critica especializada, principalmente o trabalho feito pelo diretor James Mangold (Logan, Ford vs Ferrari).

    Confira algumas delas:

    “Redenção! James Mangold resgata Indiana Jones com A Relíquia do Destino. Uma despedida de um dos maiores personagens do cinema da história do cinema. Ação, risadas, charme… tudo o que o torna ótimo. Obrigado Harrison Ford (e Phoebe Waller Bridge) pela carona. Além disso… Ethann Isidore é uma estrela, e mal posso esperar para que esse garoto ganhe um Oscar de melhor ator coadjuvante nos próximos trinta anos.”

    Variety

    “Em um filme sobre o passado, é apropriado que haja algumas referências a aventuras anteriores, mas Mangold e seus roteiristas não exageram nos easter eggs. Há iconografia suficiente – o chicote, o fedora – perto de qualquer maneira, para garantir que você não se esqueça de que está assistindo a um filme de Indiana Jones. O último filme da franquia pode ter um voo sério de fantasia, mas ao contrário daqueles alienígenas em O Reino da Caveira de Cristal, de alguma forma parece uma jornada apropriada para Indy. Talvez pudesse ter sido mais ousado – parece bastante seguro – mas os fãs deixarão os cinemas sentindo que seu velho herói teve uma última grande aventura.”

    RadioTimes (4/5)

    “Os fãs da franquia de aventura recebem um filme repleto de itens básicos da Indy: ação, humor, mistério e seu antigo inimigo, os nazistas. O diretor James Mangold, substituindo Steven Spielberg, encerra as aventuras do personagem, enquanto Ford se diverte em reprisar o papel… Com alguns contratempos (incluindo um John Rhys-Davies subutilizado), A Relíquia do Destino parece uma brincadeira clássica, mais do que Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, enquanto tenta capturar o espírito dos originais. Com a emoção genuína costurada na história, não é apenas a trilha sonora instantaneamente reconhecível de John Williams que atinge as notas certas.”

    South China Morning Post (4/5)

    “Indiana Jones e A Relíquia do Destino, que estreia em Cannes, é o melhor filme da franquia em 15 anos. Conta como uma espécie de elogio dizer que esse trabalho de James Mangold – até um final alegremente absurdo – funciona como apenas mais um episódio em uma brincadeira despretensiosa… Ninguém com um cérebro na cabeça vai compará-lo favoravelmente aos três originais. Há uma sensação de um projeto lutando para se manter sob o peso de sua história. Mas, Mangold, diretor de Logan e Os Imperdoáveis, sabe como manter o pé no pedal.”

    Irish Times (3/5)

    “Há uma sensação nostálgica e antiquada no filme, um passeio que coloca o intrépido aventureiro de Ford contra os nazistas mais uma vez. Certamente, compensa o bizarro Reino da Caveira de Cristal, de 2008, com uma história mais fundamentada.”

    Total Film via GamesRadar (4/5)

    Em Indiana Jones e a Relíquia do Destino, Indiana Jones (Harrisson Ford), famoso arqueólogo aventureiro, embarca em mais uma missão inesperada. Neste retorno do herói lendário, Indiana Jones, na quinta parcela da icônica série de filmes, encontra-se em uma nova era, aproximando-se da aposentadoria.

    Além de Harrisson Ford voltando ao papel principal, o filme também traz Phoebe Waller-Bridge (Killing Eve), Thomas Kretschmann (Vingadores: Era de Ultron, O Procurado), e Boyd Holbrook (Logan).

    Indiana Jones e A Relíquia do Destino chega aos cinemas em 30 de junho.

    Para mais informações fique ligado no Maratonando POP e nos siga nas redes sociais!

    Instagram

    Facebook

    YouTube

    Confiram também o InstaGeek88

    Anúncio

    Populares

    Anúncio

    Vídeos

    Veja o que você perdeu!