Disney: Processo de Scarlett Johanson contra a empresa ganha um novo capítulo. Entenda!

Disney: Processo de Scarlett Johanson contra a empresa ganha um novo capítulo. Entenda!

Depois da briga judicial entre Scarlett Johanson e Disney por conta do lançamento de Viúva Negra abalarem o mundo do entretenimento. Com fortes acusações de ambas as partes, o processo acaba de ganhar um novo capitulo, mas antes disso, vamos entender os lados da história.

Scarllet Johanson

A atriz processou a Disney após o lançamento de Viúva Negra ter sido feito simultaneamente nos cinemas e na plataforma de streaming. Isso devido ao fato de o salário da atriz ser composto de uma parcela fixa e outra referente ao desempenho do filme nas bilheterias. Segundo Scarllet, o lançamento simultâneo afetou o desempenho da obra nos cinemas e consequentemente os ganhos da atriz.

Além disso, a atriz afirmou que agiu de caso pensado e que tinha plena consciência da quebra de contrato com ela. Vale destacar que o contrato entre as partes não previa uma remuneração para a atriz com o valor ganho no streaming.

Disney

A empresa dona dos direitos dos filmes da Marvel e responsável por escolher disponibilizar Viúva Negra na Disney Plus tem uma outra versão da história. Segundo ela, Scarlett Johanson não agiu de boa fé com a empresa. Uma vez que entrou com um processo contra essa, sem ao menos tentar uma negociação amigável antes disso.

A empresa ainda foi mais agressiva ao destacar que faltou profissionalismo por parte da atriz. Isso pelo fato dela revelar detalhes do seu contrato com a empresa. Além disso, a Disney declarou que faltou a atriz sensibilidade em relação às vítimas de COVID.

Essa segunda declaração foi vista pelos advogados da atriz como uma tentativa de transformá-la em vilã da história por parte da Disney. Entretanto, isso não altera o fato de que existiu uma quebra de contrato por parte da Disney e que Scarlett foi a única prejudicada na situação.

Novos Rumores

As novas informações que foram divulgadas é que o próprio Kevin Feige, presidente da Marvel, estaria do lado de Scarlett Johanson no processo e que concorda que a Disney agiu de má fé com a atriz. Essa opinião, se verdade, pode prejudicar bastante a empresa no processo, uma vez que Feige é um nome de muito peso dentro da instituição.

Consequências

Após informações do contrato de Scarlett Johanson terem sido reveladas, outras atrizes com contratos parecidos também resolveram entrar no processo contra a Disney, pela quebra de contrato. Dentre elas, os nomes de maior peso são Emma Stone, pelo lançamento de Cruella e Emili Blant pelo filme Jungle Cruise. Sendo que no caso de Stone, o caso chegou até a se tornar um pouco mais grave pois o filme foi um grande sucesso e o processo chegou a ameaçar a continuação do longa já confirmado.

Devido a todo barulho que foi feito em torno do caso, a Disney Plus já declarou que agora todos os filmes serão lançados no Prime Acess 45 dias depois do seu lançamento nos cinemas.

Fora da Disney

Outra empresa que poderia sofrer esse tipo de represaria por parte dos atores era a Warner que também lançou alguns de seus longas simultaneamente em streaming e no cinema. Entretanto, segundo a empresa, a Warner antes de tomar essa decisão conseguiu modificar todos os contratos que previam participação nos lucros da bilheteria. Esse processo todo teria custado por volta de US$ 200 milhões de dólares pelas renegociações. Valor esse considerado muito menor do que o que poderia ter sido perdido pela empresa em um caso de múltiplos processos.

E aí, conte para a gente quem você acha que está certo nessa história?

Fique ligado no Maratonando POP e nos siga nas redes sociais!

Instagram

Facebook

Twitter

Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *