O FENÔMENO STAR WARS: THE MANDALORIAN!

O FENÔMENO STAR WARS: THE MANDALORIAN!

Essa semana saíram os indicados ao Emmy Awards 2020, o Oscar da televisão. Entre as séries indicadas está The Mandalorian (2019-presente). Com 15 indicações, incluindo a principal categoria da noite (Melhor série dramática), a série só se prova cada vez mais como um sucesso e um dos maiores acertos da Disney em sua gestão da saga Star Wars.

The Mandalorian é a primeira série em Live Action da saga criada por George Lucas e assim como a estreia da franquia no cinema em 1977 chegou batendo recordes e alcançando aclamação. Se voltarmos no tempo até a cerimônia do Oscar de 1978, por exemplo, o primeiro Star Wars levou 7 estatuetas da premiação (o maior vencedor da noite) de um total de 10 indicações. Além disso, Star Wars foi a maior bilheteria de 1977 e a maior bilheteria de todos os tempos naquela época.

Ben Burtt (sonoplasta de Star Wars), C-3PO e Mark Hamill (Luke Skywalker) marcando presença na cerimônia do Oscar de 1978.

Por sua vez, The Mandalorian foi uma das campeãs de audiência em 2019, batendo séries populares como Stranger Things e fazendo com que muitas pessoas assinassem o Disney+ (Serviço de streaming próprio da empresa) só para assistirem a série. Não só isso, agora, como já dito anteriormente, a série é uma das mais indicadas nos prêmios Emmy de 2020.

Então afinal, qual é o segredo do sucesso da série? A resposta não é tão simples. Muitos podem achar que é a presença do personagem “The Child”, que ficou popularmente conhecido como Baby Yoda pelos espectadores do programa. Claro, ele é sem dúvidas um dos pontos positivos (e graciosos) da série, porém a qualidade dela vai além.

A maior unanimidade entre os fãs de Star Wars dos últimos 40 anos.

O argumento de que: “Ah, é Star Wars, é óbvio que vai agradar e fazer sucesso” também é falho aqui, tendo em vista as últimas decisões tomadas pela Disney com a franquia, que incluem filmes que chegaram ao fracasso completo, como Han Solo: Uma História Star Wars (2018).

O real segredo do sucesso de The Mandalorian se encontra nas pessoas envolvidas no desenvolvimento da série. Mais especificamente duas peças chaves desse processo: Os talentosos Jon Favreau e Dave Filoni. O primeiro é famoso por dirigir e atuar nos dois primeiros longas do Homem de Ferro e no Live action de Mogli. Já Filoni é carta conhecida dos fãs de Star Wars. Pupilo de George Lucas, ele trabalhou com o criador na animação Star Wars: A Guerra dos Clones e na era Disney foi o “chefão” por trás da boa animação Star Wars: Rebels.

Os dois, como já disseram em entrevistas, nutrem um respeito muito grande por todo universo e ideais estabelecidos por Lucas para Star Wars (inclusive, o próprio CEO da Disney afirmou que Favreau lembra muito Lucas no modo de pensar). Favreau se aconselhou com George durante todo processo de criação e Filoni, como dito anteriormente, trabalhou previamente ao lado dele em outras ocasiões.  

Esquerda para direita: George Lucas, Dave Filoni e Jon Favreau nos bastidores de The Mandalorian.

Somados a isso, temos uma série incrível sob ponto de vista técnico. A fotografia, os figurinos, o roteiro e os novos personagens. Tudo é incrível e nos faz crer que estamos no universo Star Wars. Aqui temos também uma nova abordagem e exploração mais a fundo dessa galáxia muito, muito distante. O foco não são os Jedi e os Sith ou Império e Rebelião. Acompanhamos na verdade o submundo dessa galáxia, a realidade dos caçadores de recompensa e das pessoas comuns, que muitas vezes não tem nada a ver com esses conflitos citados anteriormente, mas acabam sofrendo consequências de qualquer forma (vide o protagonista da série).

Perfeição!

Dessa forma, The Mandalorian é Star Wars de volta ao topo depois de algumas polêmicas e decisões equivocadas da Disney. É, também, o resultado da soma do talento individual de seus envolvidos com o respeito aos valores estabelecidos pelo criador da saga. Fatores não tão diferentes daqueles que transformaram a franquia no fenômeno que é desde 1977. Que venha mais The Mandalorian e produções que sigam seus passos no futuro. Esse é o caminho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *