Não sabe o que assistir? Clica aqui.

    Martin Scorsese diz que a cultura dos super-heróis tem de ser combatida

    Martin Scorsese diz que a cultura dos super-heróis tem de ser combatida

    2 min.26/09/2023Eriton Claudio

    O renomado diretor Martin Scorsese disse em uma entrevista recente que há uma necessidade de “confrontar” a cultura dos super-heróis que está tomando os cinemas.

    Falando à GQ Magazine, Scorsese mais uma vez expressou suas críticas aos filmes da Marvel e da DC e apelou a mais cineastas para fazerem outros tipos de filmes.

    O diretor é notório por sua postura contra o formato atual de lançamentos cinematográficos, onde grandes sucessos de bilheteria de super-heróis dominam atualmente a grande maioria dos cinemas.

    "O perigo é o que isso está fazendo com a nossa cultura. Porque agora haverá gerações que pensarão que os filmes são apenas isso.” afirma o diretor: “Eles já pensam isso. O que significa que temos que lutar com mais força. E tem que vir de baixo. Tem que vir dos próprios cineastas. E você terá, sabe, os irmãos Safdie, e você terá Chris Nolan, entende o que quero dizer? E acertá-los por todos os lados.” 

    “Acerte-os por todos os lados e não desista. Vamos ver o que vocês tem para mostrar. Vá lá e faça. Vá reinventar. Não reclame disso. Mas é verdade, porque temos que salvar o cinema."

    “Eu acho que o conteúdo fabricado não é realmente cinema. É quase como se a IA estivesse fazendo um filme. E isso não significa que você não tenha diretores incríveis e pessoas de efeitos especiais fazendo belas obras de arte. Mas o que isso significa? O que esses filmes fazem, o que isso vai te dar? Fora uma espécie de conclusão de alguma coisa e depois eliminar da sua mente, do seu corpo todo, sabe? Então, o que isso está te acrescentando?”

    Assassinos da Lua das Flores, próximo filme de Scorsese, chegará aos cinemas em 20 de outubro.

    Em seu elenco temos nomes como Leonardo DiCaprio, Lily Gladstone e Robert de Niro.

    Assassinos da Lua das Flores é inspirado no best-seller homônimo do escritor David Grann e também baseado em uma história real. O ano é 1920, na região norte-americana de Oklahoma. Misteriosos assassinatos acontecem na tribo indígena de Osage, uma terra rica em petróleo. O caso foi investigado pelo FBI, a agência que tinha acabado de ser criada na época. Os assassinatos dados a partir de circunstâncias misteriosas na década de 1920, assolando os membros da tribo Osage, acaba desencadeando uma grande investigação envolvendo o poderoso J. Edgar Hoover, considerado o primeiro diretor do FBI.

    Para mais informações fique ligado no Maratonando POP e nos siga nas redes sociais!

    Instagram

    Facebook

    YouTube

    Confiram também o InstaGeek88

    Anúncio

    Populares

    Anúncio

    Vídeos

    Veja o que você perdeu!