Não sabe o que assistir? Clica aqui.

    Bob Iger reafirma que veremos “mais qualidade” e “menos quantidade” nas produções da Disney

    Bob Iger reafirma que veremos “mais qualidade” e “menos quantidade” nas produções da Disney

    2 min.29/11/2023Eriton Claudio

    Como reiterou Bob Iger, a Disney está mudando completamente sua abordagem no mercado de Hollywood após seus recentes fracassos nas bilheterias.

    Em comunicado especial aos colaboradores (Via ComicBook.com), o CEO da centenária empresa falou em “consertar” para entrar em uma nova fase de “construção” que prioriza a qualidade em detrimento da quantidade.

    Iger também disse estar muito otimista com o futuro da Disney porque acredita que a empresa tem uma marca grande o suficiente para conseguir se recuperar de uma fase ruim.

    "Falo que o otimismo é uma característica extraordinariamente importante de um líder, porque ninguém quer seguir um pessimista. Mas também acredito que o otimismo sem esperança não faz bem a ninguém. Eu tenho, eu acho, um motivo real para ser otimista, e isso começa com o fato de que somos a Disney. E a Disney, como você sabe, é uma marca, mas também é uma empresa guarda-chuva que abriga muitos ativos e muitas grandes marcas. Então, a razão para ser otimista número 1 é isso," disse Iger.

    Iger expressou insatisfação com a falta de padrões da Disney na entrega de seus trabalhos.

    Em entrevista anterior à CNBC, o CEO reconheceu que as tentativas de criar inúmeros conteúdos para o Disney+ acabou prejudicando algumas das suas principais marcas, como Marvel e Pixar.

    “Houve algumas decepções (recentes). Gostaríamos que alguns lançamentos tivessem um desempenho melhor (nas bilheterias). É reflexo não como um problema do ponto de vista pessoal, mas acho que, em nosso zelo de basicamente aumentar nosso conteúdo significativamente, para atender as ofertas de streaming, acabamos sobrecarregando nosso pessoal muito além – em termos de seu tempo e foco – muito além de onde eles estavam.” Declarou ao Squawk Box, da CNBC.

    “A Marvel é um grande exemplo disso. Eles não estavam no negócio da TV em nenhum nível significativo, e não só aumentaram a produção de filmes, mas acabaram fazendo várias séries. E, francamente, isso diluiu o foco e a atenção do público.” Concluiu o CEO.

    Em uma grande reviravolta no mundo dos negócios, Bob Iger voltou a assumir o cargo de CEO da Disney, substituindo Bob Chapek.

    Para mais informações fique ligado no Maratonando POP e nos siga nas redes sociais!

    Instagram

    Facebook

    YouTube

    Confiram também o InstaGeek88

    Anúncio

    Vídeos

    Populares

    Anúncio

    Veja o que você perdeu!